Manipulados

 

Informações Gerais sobre o uso de Medicamentos Manipulados

  • O medicamento manipulado é de uso exclusivo do paciente;

  • Mantenha o medicamento em sua embalagem original, fechada, em lugar seco, fresco, ao abrigo da luz, de radiações e do calor;

  • Não guarde em armários de banheiro ou perto de pias, são locais que sofrem variações de temperatura e umidade, o que é prejudicial à formulação;

  • Lave e seque bem as mãos antes de usá-los;

  • Evite o contato direto das mãos com medicamento. Em caso de cremes, use a espátula fornecida pela farmácia;

  • Feche bem a embalagem após o uso;

  • Nunca tome o medicamento no escuro, pois poderá haver erro na quantidade a ser tomada ou troca de medicamento;

  • Não tome bebida alcoólica com medicamentos de uso oral, se tiver dúvidas consulte antes o farmacêutico;

  • O tamanho, cor e quantidade de cápsulas por dose podem variar de acordo com o procedimento utilizado na sua preparação, em nada interferindo na atividade farmacológica;

  • Algumas matérias-primas têm, por natureza, um odor muito forte que pode ser evidente mesmo quando pronto o medicamento;

  • Fórmulas que utilizam princípios ativos de origem vegetal podem ter a sua coloração e consistência variável de acordo com a época de colheita de erva;

  • O peso ou volume dos produtos manipulados corresponde ao que está discriminado no rótulo, independente da capacidade máxima das embalagens;

  • Não utilize o medicamento com data de validade vencida;

  • Mantenha o medicamento fora do alcance de crianças e animais domésticos;

  • Consulte seu médico antes de repetir fórmulas, pois existem muitos produtos que não devem ser utilizados por períodos prolongados mesmo que não sejam controlados;

  • Use o medicamento somente com prescrição médica, sem alterar a posologia;

  • Suspenda o uso e comunique imediatamente seu médico quando do aparecimento de reações adversas, sintomas inesperados e gravidez durante o tratamento.

Vantagens do Uso de Medicamentos Manipulados
Ao receber uma receita contendo uma fórmula magistral, você está recebendo a atenção diferenciada de seu médico, pois seu medicamento manipulado é único, produzido na dose e na quantidade que seu médico decidiu ser necessária para o seu tratamento.

Economia: O medicamento manipulado é prescrito pelo médico ou dentista na quantidade e dosagem exata para seu tratamento. Não há sobras, por isso, você paga somente pelo que vai utilizar. O medicamento manipulado é produzido e comercializado diretamente com o cliente, sem intermediários, e via de regra, possuem embalagens mais simples, o que torna seus preços menores. Os produtos de grandes laboratórios encarece também pelo custo de suas próprias estruturas.

Segurança: A Curante Farmácia de Manipulação segue normas de Boas Práticas de Manipulação (BPMF) determinadas pelo Ministério da Saúde. A qualidade das matérias-primas utilizadas e o processo de manipulação são rigorosamente controlados através de Procedimentos Operacionais Padrão (POP’s).

Associação de medicamentos: Existem doenças que precisam ser tratadas com vários medicamentos ao mesmo tempo. Para facilitar o tratamento o médico ou dentista pode prescrever uma fórmula para ser manipulada, que possibilite a associação de várias substâncias necessárias.

Medicamentos não disponíveis: Alguns tratamentos requerem medicamentos que não existem no mercado. Caso a farmácia de manipulação não tenha a matéria-prima, poderá atender a prescrição manipulando o produto.

A dose certa para a pessoa certa: Somente na farmácia de manipulação, sob prescrição, é possível preparar doses diferenciadas que atendam às necessidades de cada paciente.

Forma farmacêutica adequada: O medicamento pode ser manipulado sob diversas formas: pós, pós na forma de envelope, líquidos (gotas, xarope) e cápsulas. Se um medicamento industrializado só existe em cápsulas no mercado e o paciente tem dificuldade de engolir, a Farmácia pode prepará-lo em forma de xarope, por exemplo.

Rótulo personalizado: Os seus dados constam no rótulo do medicamento que foi prescrito e preparado para você, evitando riscos, como troca ou de consumo inadequado por outras pessoas.

Relacionamento Médico/Farmacêutico: Sempre que necessário que necessário, o médico que prescreve o seu medicamento e o farmacêutico que manipula a fórmula, mantém contato para esclarecer dúvidas e garantir a qualidade do produto a sua saúde. A Curante Farmácia de Manipulação dispõe de uma equipe de farmacêuticos treinados e qualificados para realizar este compromisso, com muita ética e profissionalismo.

Na Farmácia de Manipulação, você conhece o farmacêutico que fabrica o seu medicamento, pode contar com a assistência deste profissional e estabelecer com ele um elo de confiança, tão importante quanto a validade do remédio que você usar.

Ao consultar seu médico

  • Quanto mais o médico souber sobre seus problemas de saúde, mais fácil será para ele diagnosticar a doença e encontrar o tratamento adequado: divida a responsabilidade.

  • Descreva seus sintomas e responda claramente as perguntas do seu médico.


Informe sobre

  • Qualquer medicamento que você esteja usando, mesmo por conta própria ou que seja natural.

  • Qualquer medicamento que já tenha lhe casado algum efeito colateral.

  • O hábito bebidas alcoólicas, mesmo que em pequenas doses, pois alguns medicamentos não devem ser associados com álcool.

A receita médica deve ser legível para você e o farmacêutico que vai avalia-la, caso contrário poderá induzir a erros, portanto, você deve recusar uma receita ilegível.

Recuse receitas em códigos, com siglas ou nomes comerciais desconhecidos, como “Fórmula G-79”, “Cápsulas Vitamínicas”, “Cápsulas Anti-Radicais Livres”, etc. você tem o direito de saber o que irá consumir e escolher onde manipular seus medicamentos.

Caso a medicação prescrita seja de uso contínuo e não contenha substâncias sujeitas a controle pelo Ministério da Saúde, solicite ao seu médico que faça constar em sua receita uma das expressões: “Uso contínuo”, “Tratamento por X meses”, ou “Repetir X vezes”.

Alguns medicamentos são controlados pelo ministério da Saúde e, por isso, necessitam notificações coloridas, (branca, azul ou amarela) ou receitas que ficam retidas na farmácia. Se for este seu caso, exija a notificação do seu médico ou dentista. Somente assim a farmácias de manipulação poderão aviá-la.

Como escolher a Farmácia de Manipulação

  • A Farmácia que oferecer-lhe a assistência farmacêutica. Portanto verifique se o farmacêutico está presente. Ele é o profissional habilitado a dar orientação correta sobre seu medicamento.

  • Exija um bom atendimento.

  • Observe a higiene do estabelecimento e de seus funcionários.

  • Exija pontualidade na entrega do seu medicamento.

Auto-medicação
Ao sentir algum sintoma, procure sempre seu médico ou dentista. Ele irá avaliar adequadamente o seu caso. Cada organismo é diferente do outro e requer um tratamento específico, portanto, não tome medicamento por conta própria ou por indicação de um parente ou vizinho, nem recomende o seu medicamento a outra pessoa. Não tome medicamento que sobraram em casa sem antes falar com seu médico ou seu farmacêutico prescrever o remédio adequado.

Não repita a receita ou um medicamento que já utilizou anteriormente sem consultar o seu médico. Os sintomas que você sente agora, embora semelhante àqueles ocorridos, podem requerer um medicamento diferente.

Importante

  • Respeite o tempo de tratamento indicado pelo seu médico. Interromper ou estender a medicação por conta própria pode resultar em problemas à saúde.

  • Leia sempre o rótulo do medicamento para ter certeza que está tomando-o corretamente.

  • Verifique sempre o prazo de validade dos medicamentos. Algumas substâncias podem ser perigosas após perderem a validade.

  • Conserve o medicamento em lugar seco, fresco e ao abrigo da luz solar direta e nunca deixe ao alcance de crianças.

Fonte: Anfarmag